domingo, junho 04, 2006


Este éké o joliva


João Santos, mais conhecido por joliva. Apanhado em flagrante no local de trabalho (???), ali à Rua do Salitre, mais precisamente quando se preparava para se esconder atrás do computas do Rente, o que não conseguiu. Será, oportunamente, entregue à PSP, à Interpol, ou à Orocpol. Neste momento, de fim-de-semana, encontra-se em paradeiro indeterminado, de acordo com as fontes do Rossio. Dão-se alvíssaras a quem o encontrar. Foi visto pela última vez junto à capelinha da Luz, alegadamente à espera de um senhor engenheiro. É lampião, mas não morde. Cuidado com ele!!!...

Amigão: o prometido é devido. Aqui fica uma imagem verdadeiramente para a poster idade. E também, devidamente arrolado, um grande abração de amigo para Amigo. E muito obrigado pelo blog que é seu e onde, por vezes, se descuida e publica umas merdas de minha autoria... Até já, João Amigo, eu, pelo menos estou contigo. Vossemecê é bué de fixe!
 Posted by Picasa

2 comentários:

Carlos Chitombe, Luanda disse...

Cá temos o homem. De tanto ouvir falar no mau, como o faz o Antunes Ferreira, já pensava que um dia o conheceria. Meu dito, meu feito. O AF é bué de sacana, mas tambem é bué bom, como diz a minha neta, a partir do mas tambem...

Logo, Senhor joliva Santos, muito prazer em conhecer a sua chipala. Caté

joliva_santos disse...

(Desta vez, e porque o não merece, sem meu Caro, e sem AF)
É verdade. Passa um homem (eu) a vida (toda) a (tentar) fugir dos (seus) fãs e... dos (seus) credores, para, numa manhã (quente e sossegada, em família) de domingo se deparar (na Internet, e num qualquer blóguio) com uma fotografia sua /minha (tirada por um qualquer paparazzi), em momento recatado e da mais pura intimidade.
Se, (por uma qualquer razão que ainda desconheço), não fosse seu (verdadeiro) Amigo, obviamente que o mandava (de imediato) processar (ou, no mínimo exigia-lhe uma avultada indemnização). Assim, por decisão (por mim próprio) tomada (em tribunal marcial), fica (desde já) condenado a, num destes dias, pagar o almoço.
(Um) abraço do JS (nome de guerra, joliva_santos)