domingo, setembro 14, 2008

VIRA O DISCO E… TOCA O MESMO

Enquanto prossegue (e bem) o concurso Mais Livros – este textículo não impede que continuem a responder; podem e devem!!! – aqui fica um outro Vira o disco… Servirá para entreter ócios e, quiçá, propiciar aos leitores, um intervalo para também concorrerem.
Um pedido: por obséquio, se se rirem, não gargalhem muito fortemente, que podem desequilibrar a resma dos livros e… lá se vai o concurso. Forca, com ç!



Boas ovelhinhas

Antunes Ferreira
Abre
o pano. Cena única. O Senhor Bispo chegou à freguesia da Senhora do Ó, para uma visita pastoral. O pároco Felício aguardava-o. «Se Vossa Reverência quiser visitar a minha igrejinha…» «Ó padre, foi para isso que eu cá vim».
Por fora, branquinha caiada de fresco. Por dentro, um espanto. Mármores de Estremoz, púlpito barroco, turíbulo em prata lavrada. «Padre Felício, boa igrejinha, boa igrejinha, como diz»…

«Saiba Vossa Reverência que foram as minhas ovelhinhas que me fizeram este miminho. Algumas até deram trabalho nas obras e nos seus dias de descanso»… «Boas ovelhinhas por aqui tem, boas ovelhinhas!» «E a minha casinha?» «Pois vamos lá, padre». Uma vivenda de três pisos, piscina, court de ténis… «Boa casinha, boa casinha. E chama o padre a este monumento a sua casinha…» «Saiba Vossa Reverência que as minhas ove…» «Não diga mais… Boas ovelhinhas, boas ovelhinhas!»



«Se Vossa Reverência me quisesse dar o prazer de entrar, tenho aí um Porto de 1936…» «Padre, eu sou mais de uísque…» Pois que sim. Tinha um uísque de 25 anos, envelhecido em cascos d… «Pois, então, vamos a isso» Outro espanto, o interior, alcatifa de dez centímetros de pelo, um sujeito até corria o risco de se perder nela, cortinas de cambraia, televisor de alta definição… «Bons interiores, bons interiores!» «As minhas…» «Há-de mas apresentar, as suas ovelhinhas»…



Empregada do pároco, uns vinte e poucos torneadíssimos, com tudo nos respectivos lugares – e que lugares!!! -, vestido de preto a preceito, especial para a circunstância, avental branquinho, bandeja de prata, elegante e esbelta e um decote de não sei se te diga se te conte. Copos servidos, repetidos, «boas bebidas, boas bebidas, por certo ofertas das suas ovelhinhas…», a jovem escultura ajoelhou-se para beijar o anel bispal – e retirou-se. Sua Reverência esbugalhou os olhos, nem queria acreditar. Pelo decote em baixo, até se apercebera das fivelas dos sapatos da moçoila…

«Felício: Você tem uma boa empregada! Uma boa empregada! Uma boa empregada!» «Saiba Vossa Reverência que nunca lhe toquei num cabelo, juro por Cristo Nosso Senhor e sua Santa Mãe, nunca lhe toquei num cabelo». «Boa pontaria, Felício, boa pontaria. Boa pontaria!!!!!!»

Cai o pano e cai o ponto. Palmas. Muitas.

12 comentários:

Táxi Pluvioso disse...

Quando andava no liceu dizia-se "cai o pano encharcado" e de palmas não me lembro. Parabéns.

pin gente disse...

o que gostei mais foi da alcatifa de 10cm pois nunca vi.
obrigada pela sua visita
abraço
luísa

João A. Raul Silva disse...

Já escrevi no www.sorumbatico.blogspot.com, mas tenho muito prazer em repeti-lo: o blog está muito bem. E a malandrice também está...

Margarida Serôdio Martins disse...

Quem é o melhor: o Bispo ou o Padre? Cá para mim é capaz de ser a empregada do Prior... Concordam? Gostava de ver as vossas opiniões...

Rico Armando disse...

Pontaria, pontaria
deixa um tipo entusiasmado
não rias da porcaria
senão acabas tramado

O bispo todo a preceito
até ficou encarnado
por ver o rego do peito
de perto e tão engraçado

Anda uma mãe a criar
um filho pra sacerdote
quem havia de pensar

que face ao lindo decote
há coisas que dão pra olhar
pro peito e para o... pacote

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Ferreira:
Preciso muito da sua ajuda. Tem uma doida, paranóica na Blogosfera que sai vociferando por aí, dizendo que me levanto de madrugado e vou de blog em blog falar mal dela. Costumo dormir de madrugada, pois trabalho no dia seguinte. Então, fiz um post "cala boca", mas não bastou. Necessito que os amigos o visitem. Não é preciso ler tudo, nem apreciar tudo, mas não se esqueça de pegar o seu buqê de flores, qualquer um, e de me deixar um comentário, por favor. Assim me estará ajudando muito. Conto com vc.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
PS: vc poderia fazer um texto sobre o acordo ortográfico de no máximo 20 linhas? Quando for visitar o meu post, me responda.

Möbius el Crononauta disse...

¡Qué garota más linda!

Saludos

Alexandre disse...

Vamos levar o diálogo à cena... eu posso fazer de ponto, heheheh, é verdade ainda há pontos no teatro?

Um abraço!!!

Anónima Salina disse...

ai riquinho
que graça tem o teu rimar

não fosses tu armando
chamar-te-ia josé maria
bocage e malandro
nesse teu geito de versar

toma
AS

Anónima Salina disse...

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA

O CHEFE AF FAZ ANOS (quantos não se sabe, mas serão para mais de 275) NO PRÓXIMO SÁBADO, 20 DE SETEMBRO.

Assina: A Bufa, queixinhas é má colega!
AS

DE-PROPOSITO disse...

Um texto cheio de imaginação.
Saudações.
Manuel

Mariana disse...

Esse texto é de verdade ou tudo é pura imaginação?
Minha empregada também teve um problema que teve que tomar penvir e se curou por boa sorte.