quarta-feira, agosto 13, 2008


VOOOOOOOLTAR...

Cheguei

Antunes Ferreira
O
lá gente!
Acabou-se a papa doce. Agora há que preguiçar militantemente - a fingir que trabalho. Voltei – ou melhor, voltámos, a Dona Raquelinha y yo mismo. ¡Con muchísimas cosas para contaros! Fíjense Ustedes que conseguimos sobrevivir a unos 45º a la sombra que hemos sufrido en Córdoba… ¡Menos mal que teníamos aire acondicionado en la habitación del Hotel! Y con una gente buenísima… Después os digo detalladamente.



Depois, estivemos uns dias no Algarve (à borla, em casa do compincha que é o Zé Graça Gago, ali a Montechoro, com figos fresquinhos apanhados à porta de casa, várias vezes por dia. E sem desarranjos intestinais...) e fizemos uma coisa interessantíssima: o passeio de barco no Guadiana, com partida em Vila Real de Santo António e chegada ao Pomarão, o antigo cais de embarque do minério das minas de Aljustrel. Quase doze horas excelentes, com Amigos, almoço a bordo e aperitivo de chupeta de atum e empadas de sonho. Os pormenores virão na altura devida, ou seja, um destes dias…

Durante esta minúscula ausência, o meu cunhado, ou akañado Raul Palhau lembrou-se de fazer anos. É d'homem. No entrementes, mandou-me este texto muito divertido que de seguida publico. Dá para rir – mas também para meditar. Coisas da vida... Si non e vero, e bene trovato.

PRISÃO

Passas a maior parte do tempo numa cela de 8 m2.

TRABALHO

Passas a maior parte do tempo num cubículo de 3 m2.


PRISÃO

Tens direito a três refeições por dia (de graça).

TRABALHO

Tens direito a uma pausa para almoço e tens de pagar pela comida.

PRISÃO

Sais mais cedo devido a bom comportamento.

TRABALHO

O prémio para o bom comportamento é mais trabalho.

PRISÃO

O guarda abre e fecha as portas para ti.

TRABALHO

Tens de andar com um cartão e és tu que abres e fechas tudo.


PRISÃO

Podes ver TV e jogar no computador

TRABALHO

És despedido por ver TV e jogar no computador

PRISÃO

Tens sanita privada.

TRABALHO

Tens de partilhar.

PRISÃO

A tua família e amigos podem visitar-te.

TRABALHO

Nem podes falar com a família e amigos.

PRISÃO

Tens todas as despesas pagas pelos contribuintes, sem precisar de trabalhar.

TRABALHO

Todas as despesas para ir trabalhar são por tua conta e ainda tens de pagar impostos para sustentar os presos...

18 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Voltou de férias e apesar das prisões, está levando uma vida boa, meu amigo português. Passa no meu Blog, pois fiz um post em que publiquei obras de vários amigos da Blogosfera.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um abraço,
Renata

Camilla disse...

Bom te ter aqui de volta.

Beijos

titofarpas disse...

Bem vindo de volta...
Grande abraço

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Fizeste falta pela blogosfera!
Mas q bom q voltaste!
beijos...

Antunes Ferreira disse...

RêRê
Já fui ao teu blogue e deixei um comentário. Boa vida, minha querida? (olha, rimalhei...)
Nada, nada, não é verdade, é só assim-assim
Saúde & bichas (aqui não é o que tu pensas, é filas... ou o feminino de bicho, animal... rsrsrsrsss)
Qjs

Antunes Ferreira disse...

Camillita

Estou encantado contigo. E só não digo apaixonado, porque a Raquel pode ver... E ela é goesa!!! De Goa, o antigo «Estado Português da Índia». Se vires uma indiana ou uma cobra - foge para o lado da cobra...
Qjs

Antunes Ferreira disse...

Tito
Farpas-te de me elogiar. Já estou envergonhadíssérrimo. Volta logo.
Manda-me o teu IMILIO. O meu é ferreihenrique@gmail.com
E compra o me(a)u «Morte na Picada». Até nem é caro...
Abs

Antunes Ferreira disse...

Brunella do meu c'ração

Sinto-me desvanecido. Se não fosse o que escrevi à Camilla, dizia-te o mesmo, rsrrsssss...

Para falta - já basta. Cá estou.
Qjs, muitos

GMV disse...

Que bom que regressou. Cheio de boa disposição,como sempre.
Já posso, então, regressar também a esta sua casa virtual.
Bjs

Antunes Ferreira disse...

Gê-éme-vê-zinha

Não tenho palavras. Querida Amiga: estragas-me com miminhos e cafunés.
Volta logo. Hoje, amanhã, sei lá...
E manda o teu IMEILE (o meu é ferreihenrique@gmail.com) e, já agora, vai comprar o me(a)u «Morte na Picada», qu'eu não vivo sempre...
Qjs

Oxyder disse...

engraçado nunca tinha visto isso dessa forma... mas mesmo assim acho que prefiro trabalhar xD

abraço


p.s.-sory pela invasão =p

Diva disse...

É um prazer chegar aqui e encontra-lo chegadinho de férias, o que indica boa disposição por tempo indeterminado hehehe… Logo estreitaremos as relações luso moçambicanas e que ça trocar simpáticas colaborações por…imail… hehehe… Agora vou bazar que a noite é maningue jovem. Fui…
Bjs meus

Shakti disse...

Ora então um bom regresso a estas paragens..

bjs

Antunes Ferreira disse...

Oxyderzinho

Ainda bem que tens opiniões. Nos dias que vão correndo, estão cada vez mais espaçadas. Espaçadíssimas.
Abs

Antunes Ferreira disse...

Diva mocinha

Está tudo nos conformes. Adoro ter-te por estas bandas internéticas. Vem de manhã, pela tardinha e por noite. Sempre, isto é, quando te der na realíssima gana.
Caté & qjs

E não te esqueças de me mandar o teu IMEILE e de comprar o me(a)u livro...

Antunes Ferreira disse...

Shakti (ou sha de tília...)

Começamos aqui um namoro via net que nem queiras saber. Por saber: que a minha mulher não saiba. Tenho medo dela - que me pelo...
Volta já, manda IMEILE & «Morte na Picada», não te esqueças
Qjs

Graça Pimentel disse...

Cá estou para retribuir a visita ao sarrabiscos.
Fiquei a saber que suportaste temperaturas altas. Por cá tivemos um inverno bastante ameno. Fui uma semana para casa de uma prima, perto de Santarém. Como vivo em Matosinhos, preparei-me para uns dias de torreira. E lá levei o fato de banho para ser a sereia da piscina por oito dias. Qual o quê? Fui dois dias ao banho e ainda senti a falta do casaquito de malha.
A tradição, definitivamente, já não é o que era. S. Pedro perdeu a mão...

Bonito espaço.
Um abraço

Antunes Ferreira disse...

Graça

Tens uma graça muito especial. Multumesc frumos, como dizia o falecido e saudoso Niculae Ceausescu que, infortunadamente, conheci e entrevistei. Vidas.. Já se me olvidava = mt obg.

Quanto ao dito S. Pedro - já não se pode acreditar em nada, nem em ninguém. Cante o galo...
Qjs