segunda-feira, julho 14, 2008




Isto é cultura
não é nenhuma ordinarice...

Numa prova de entrada para a Universidade...

Questão : Interpretar o seguinte trecho de poema de Camões:

"Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói e não se sente,
é um contentamento descontente,
dor que desatina sem doer".


Uma aluna deu a sua interpretação:


"Ah Camões, se vivesses hoje em dia,
tomarias uns antipiréticos,
uns quantos analgésicos
e Prozac para a depressão.
Comprarias um computador,
consultarias a Internet
e descobririas que essas dores que sentias,
esses calores que te abrasavam,
essas mudanças de humor repentinas,
esses desatinos sem nexo,
não eram feridas de amor,
mas somente falta de sexo!"

Teve nota máxima. Foi a primeira vez, depois de mais de 500 anos,
que alguém entendeu qual era a ideia do Camões...

(Prestimosa colaboração via imeile da Armanda Pires. Venha mais)

28 comentários:

Ludmila Prado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ludmila Prado disse...

quem compreende o incompreenssível se destaca.
agora, quem bo que camões queria dizer, só ele mesmo.
não acho que seria falta de sexo, + sim de uma pessoa que possa fazer sexo, é, me contradizendo agora, era falta de sexo mesmo.

beijos

JADY ALVES disse...

ISTO SIM É COMPREENSÃO DE TEXTO! he he he e por onde anda essa fessora? Preciso aprender com ela, "ora pois"...rss.Grata por sua visita, voltarei...

Vieira Calado disse...

Por acaso já tinha lido.
Mas é espectacular.
Merece a nota máxima.
Cumprimentos

A. João Soares disse...

Gostei do comentário que deixou em «A Casa da Mariazita» e vim até aqui. Gostei. Neste post é curiosa a forma de uma «intelectual» analisar a poesia pelo prisma da ciência que a autora deve ter aprendido recentemente!
Espero ter um comentário seu em
Do Miradouro
Um abraço
A. João Soares

Rafeiro Perfumado disse...

Meu caro Antunes Ferreira, com uma imagem daquelas, quem é que se consegue concentrar no texto que vem a seguir? ;)

Abraço!

Maldito disse...

Fatalmente eu também daria 10 para a aluna.

Agradeço pelas suas considerações no meu blog Ferreira, sou neto de Portugues e tenho dupla cidadania, ao passado mesmo estive em Portugal, tenho muitos parentes por aí,...na região de Tábua em Coimbra.

Abraço

Maldito disse...

Ah sim,...
Ser elogiado me assusta, fico imagiando se a pessoa realmete leu o blog todo,...rsrs

Alma lunar disse...

Tive que rir!
Comedida como sou, jamais seria capaz de interpretar o nosso Poeta assim, mas de facto, ao lê-lo e em plena consciência de honestidade, a aluna em causa mereceu sem dúvida, a nota máxima.

Eis aqui um exemplo de algo que se falava ontem no programa Prós e Contras:´" é necessário ensinar as nossas crianças a pensar e a intrepretarem a realidade que os rodeia, questionando-a e analisando-a, adapatando-a à realidade...". POis bem, esta aluna é um exemplo claro, de que ainda há jovens que pensam e sabem pensar.

Aproveito agora para agradecer a sua visita ao meu espaço, reiterando a vontado de continuar a vê-lo por lá.

Quanto a mim, voltarei a visitá-lo com toda a certeza.

Queijinhos

Bandys disse...

Oi querido Antunes,
Em primeiro lugar, agradecida pela visita e pelos elogios que nem sei mereço.
Achei sua ideia muito boa e estarei te enviando um email.

Sobre seu post, já conhecia e achei fantastica a interpretação.
Espero que volte mais vezes. Eu tambem estarei te linkando la no meu cantinho.

Beijos

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola Antunes!!!
Em primeiro lugar, obrigado pela visita e pelos elogios ao blog. Voltarei, volte também.

Zorze disse...

É a primeiro vez que visito este espaço. Gostei e voltarei.
E já agora que comentou o post que publiquei no Clube de Bloguistas Portugueses deixo-lhe o convite para visitar o meu canto virtual.

http://extrafisico.blogspot.com

Abraço,
Zorze

Fernando Rozano disse...

primeiro, agradeço as generosas visita e comentário em meu blog. quanto ao post aqui publicado: magnífico. parabéns por tudo. receba o meu abraço fraterno.

Lu disse...

Olá!
Obrigada por suas gentis palavras, lá no Laços.

Muito bom humor, e uma análise profunda do assunto.
Volto, com certeza.
Abraços!

Vb disse...

Obrigado pela visita e comentário nos meus textos.
Corfira-me uma coisa: Por acaso não deu uma entrevista na ANTENA1 num programa que é posto no ar à tarde?
O tema era o mesmo! e eu ouvi o programa com muito interesse..

Um abraço!

Vitor Barros

sagher disse...

obrigado pela visita, fiquei também bastante lisonjeado pelo comentario. Na verdade é apenas e mais um blog onde um humano anónimo deixa algo de si. Neste caso poesia, sem pretenciosismos ou aspirações que não sejam comungar da minha visão sobre o universo da poesia, em grande parte da poesia que exalta a beleza e sensibilidades do corpo femenino.

instantes e momentos disse...

muito muito bom teu blog. Bem escrito. Inteligência e humor. Gostei daqui. Vou voltar sempre. Parabens
Maurizio

ivone disse...

já conhecia essa faz alguns anos

tem piada sim senhor

acho que o luís vaz até deu voltas no túmulo

Antunes Ferreira disse...

À(o)s querida(o)s Amiga(o)s

Ludmilla Prado
Jady Alves
Vieira Calado
A. João Soares
Rafeiro Perfumado
Maldito
Alma Lunar
Bandys
Poeta Mauro Rocha
Zirze
Fernando Rozano
Lu
VB
Sagher
Instantes e Momentos
e Ivone
Ufffff...

Gente boa:

Normalmente respondo individualmente a quem me visita - o que me dá grande contentamento. Mas, pessoal, assim, com tanta malta bué da fixe (copyright os meus netos) tenho de o fazer colectivamente. Todos me vieram estragar com miminhos. Verdadeiros cafunés. Estou felicérrimíssimo!!!

Isto tudo porque uma menina escreveu uma «inspilicassão» que nem ao Camões lembrava. E vocês compreenderam, comentaram e dizem que gostara e voltam mais vezes. Ainda bem. Já não estou só - ainda que tenha quatro galfarros, vulgo netos, a passar férias connosco.

E como comem os verdadeiris cafegestesde trazer por casa... que, afinal, é a minha. lololololol
No supermecado já me cumprimentam deferencialmente, vossa Insolência para aqui, vossa Cenhourinha para acolá... Adoram nender em quantidades industriais, esses gajos...

Mas, convosco, que não me dão cabo do Orçamento Familiar (até ver...) sinto-me feliz. Aqui para nós, que ninguém nos ouve, também com a presença deles que são excelentes praças, nesta LISBOA QUE TEM DE MUDAR DE NOME PARA LISBÓPTIMA.

Ora pronto. Considere-se, uma por um, queijinhadas e abraçãozados. Devidamente distribuidos, claro como vinho tinto.

Não tenho procuração do Príncipe dos Zarolhoe, mas é como se tivesse. Muito menos da professoa e muitíssimo menozíssimo da aluna justamente vencedora. Assiméké!Mas que foi uma ganda farra - lá isso foi. Prémio merecido, ponto.

Voltem quando vos der na bolha - ou seja, sempre,colaborem, textos, ou melhor, testículos (com x), bonécrios, fotos mesmo que a la minute, enfim, tudo.

E, de novo, o pedido chato:
MANDEM-ME OS VOSSOS ENDEREÇOS IMEILICOS! Para podermos conversa. Por msn também.
O meu, repito (isto é que sou um ancião melga)

ferreihenrique@gmail.com

Quero mandar-vos coisas cá do je e do me(a)u livro «Morte na Picada», saído em Abril e o editor já pensa na 2.ª edição. Ele lá sabe. É ele «carrisca». »Verá-se» como diz o ceguinho... lololol


O meu bom Amigo Francisco Seixas da Costa, nosso Embaixador em Brasília e que tem um blogue informativo de Brasi-Portugal-Brasil já me perguntou por mensagem, o que ando a fazer para acontecer este tsunami-conrrepondentico. Invejinhas.

Antunes Ferreira disse...

E, já agora, vejam o me(a)u texto no post acima. É iconoclasta e é herege. Assim - nunca irei para o reino dos céus - dos pardais que são as barrigas dos gatos. Amen

Sr do Vale disse...

A foto realmente é cultura, lembra Camões, aliás Cas mãos.

Anónimo disse...

Caro amigo Ferreirão,
Nunca havia lido Camões com estes olhos, porém ao admirar as curvas e que curvas da foto, posso afiançar que a universitária mereceu a aprovação, pois conseguiu abrir os nossos olhos (os dois) da correta visão do grande Camões...
Cjustino

Xinha disse...

Acho que a aluna é brilhantemente inteligente e tem a capacidade de lhe dizer o que lhe vi na alma.. o que é óptimo! Adorei o post...

Quero agradecer o seu comentário no meu blog. Não sou merecedora de tantos eleogios, principalmente vindo de si ... um entendido da escrita! :)
Gostava de saber escrever .. até porque o meu sonho era ter sido jornalista/escritora!
Agora é muit tarde... resta-me o blog e estes leitores casuais .. que tanto me fazem feliz!!

Também fiquei curiosa com a história da sua "cabeça numa bandeja".. que espero que ma conte !! Assim que tiver uma oportunidade, claro !

Xi-coração

MCI disse...

Caro Antunes!
Demorei mas "estou a cumprir" (como o diriam vocês, d´além mar!) a promessa que lhe fiz: retribuindo a visita e me maravilhando com o conteúdo de seu blog!
Fiquei muito feliz com o seu comentário no meu cantinho e mais feliz ainda em saber que pretendes promover este contato com nós, brasileiros, de maneira tão espontânea e amiga.
Esse post, em especial, me chamou bastante a atenção porque sou professor de português e, se o ocorrido é mesmo verdade, QUE MARAVILHA, POIS!
Há espaço debaixo do Sol para todas as opiniões e interpretações!
Sou completamente a favor da irreverência! =)
Abraço, amigo!
Até breve!

Daniel.

Antunes Ferreira disse...

OI GENTE!!!!!!!!!!!
REPITO O PEDIDO:
ENVIEM-ME OS VOSSOS IMEILES!!!!!!!!
SÒ COM ELES PODEREI FAZER AVANÇAR O MEU & VOSSO - O NOSSO - PROJECTO!!!!!!!
NADA DE MARIQUICES E MANDEM JÀAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Antunes Ferreira disse...

OI GENTE!!!!!!!!!!!
REPITO O PEDIDO:
ENVIEM-ME OS VOSSOS IMEILES!!!!!!!!
SÒ COM ELES PODEREI FAZER AVANÇAR O MEU & VOSSO - O NOSSO - PROJECTO!!!!!!!
NADA DE MARIQUICES E MANDEM JÀAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Van disse...

Belíssima interpretação!!!!!!
Mas se Camões tivesse tido enfim a sua cota de sexo, é bem provável que sua poesia não fosse tão boa.

Salve a abstinência dos poetas!!!!

;)

Beijucas e prazer em ler-te.

VAN FILOSOFIA

SECRET LOVE

Wolkengedanken disse...

Ah pois, de todos os tempos um ser humano foi um ser humao, o sexo foi o sexo e a falta do acima mencionado produz todos os tipos de delirios entre outras coisas poemas (no caso de quem tiver talento para escrever).

:))