sábado, dezembro 17, 2005

Filhós ensopadas?

Uma manhã ensolarada – o que me traz uma enorme felicidade. Isto porque, de acordo com a weather.com, 24 e 25 serão dias apenas com algumas nuvens. Tudo indica, se o forecast não falhar a esta distância, que os Ferreiras da Lapa vão poder passar o Natal sem que lhes chova dentro de casa. Nos, mais precisamente. Creio que já disse a um montão de Amigos que isso acontece sempre que as águas celestiais são mais insolentes e se despenham em bátegas.
Com o telhado feito num oito e à espera da demolição do prédio que já habitamos há uns 30 anitos, pouco mais nos resta do que aguentar até que cheguemos a acordo com a Sedorfe, a firma proprietária do imóvel, e que quer deitá-lo abaixo para em seu lugar construir um condomínio a sério tal como fez no terreno ao lado.
Por conseguinte, penso que na noite da Consoada poderemos distribuir as prendas aos netos e a mais alguns correlativos, como habitualmente acontece. Com o bacalhau tradicional, com todos ao quadrado – filhos & adjacentes, por um lado, e couves, brócolos, batatas, ovos cozidos, temperos q.b. por outro... – as coisas serão o que ainda costumam ser.
Donde, espero que não tenhamos para sobremesa – filhós ensopadas pelas águas pluviais...
Sabemos todos a falta que a chuva faz. Despiciendo seria acrescentar porquê. Mas, com o patrocínio dum São Pedro-já-perro, pode ser que nos safemos. Já basta que os dois dias calhem a um sábado e a um domingo. Aqui, não há velhote que nos valha – por mais santo que seja...

Antunes Ferreira

3 comentários:

J.J.Ferreira disse...

Bem, viva o Natal dos Ferreira... que é o meu único verdadeiro Natal! Desde que me lembro como gente que é o tempo melhor junto da família :)

Zé Martins disse...

Pois,pois conseguir entrar na travessadoferreira! Bem ao meu caro e saudoso amigo Antunes Ferreira que não coloco a vista em cima já lá vão uns oitos aninhos.
O tempo não conta que a gente não tenha posto a vista em cima na cara um do outro. O que conta é que cá os velhos (meninos) estejam "bibinhos da costa. Vi-me e desejei-me para conseguir "bicalhau" para a consoada de três... nesta terra não há "portugas" e como não existem não há, mesmo, o fiel amigo. Recebi hoje de manhã dois quilos e 100 gramas por 42 euros (por mala especial). Caro como o ouro! Tenho bacalhau é o que interessa.. Mas, depois de ir desta para milhor o "bicalhau" prefiro ir para os camarões que com 42 euros ainda nesta terra compro uns 5 quilos camarão. Abraços "bim-boa" consoada e "bim-bom" 2006.

RoRoZinho disse...

Se fôr "bacalhau cremososo" também vale ?