sexta-feira, novembro 02, 2007

2 comentários:

Nuno de Lisboa disse...

Que horror que grande depressão Dra.. Será que não anda a trabalhar demais? De qualquer forma é bom voltar a ler a sua escrita...sempre tão afectuosa e sentida. Venha mais

Jão, como habitualmente disse...

Sempre bem escrito, mas desta vez num tom que me encheu de pena. Coração ao alto, minha querida médica. Espero que o próximo texto seja mais optimista. Estou consigo, mas também com o Senhor Nuno de Lisboa.